Av. Dr. Tancredo das Neves, 183, sala 01 - Bragança Paulista
contato@daniellevieira.com.br
(11) 2277-4283 ou (11) 99767-2757

Close
(11) 2277-4283 ou (11) 99767-2757 contato@daniellevieira.com.br
O que é borderline?

O que é borderline?

Muito se escuta falar em borderline, mas afinal, o que é borderline?

Borderline é um termo utilizado na psiquiatria e na psicologia para designar pessoas que estão “na borda”em sua tradução literal, ou seja, pessoas que não se enquadram nem na estrutura psíquica neurótica e nem na estrutura psíquica psicótica, mas que permeiam entre os dois lados, possuindo características marcantes de ambas as estruturas psíquicas.

O QUE É BORDERLINE?

Pode-se dizer que existem pessoas com traços borderline, que inclusive podem ser benéficos, e existem pessoas que experienciam esse “jeito de viver” em sua forma mais intensa e instável, caracterizando um transtorno de personalidade borderline.

TRANSTORNO DE PERSONALIDADE BORDERLINE

O transtorno de personalidade borderline é caracterizado por um padrão de relacionamentos instáveis, intensos, alternando entre extremos de idealizações e extremos de desvalorização, trazendo muito sofrimento e prejuízos significativos para a pessoa que vive com isso e para os que estão a sua volta.

PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO BORDERLINE

As principais características do transtorno de personalidade borderline são:

  • Padrão de relações instáveis e intensas.
  • Sentimento de vazio profundo.
  • Impulsividade.
  • Raiva e Ira inapropriada e intensa.
  • Auto mutilação.
  • Ameaça ou comportamento suicida recorrente.
  • Comportamentos sexuais intensos, superficiais e/ou perversos.

Existem dois tipos de personalidade borderline:

  1. Explosivo – Sua ira, impulsividade e todos os seus sentimentos são voltados ao mundo externo, são pessoas que explodem e em momentos de descontrole total passam ao ato que varia entre ataques de fúria, tortura psicológica, moral ou até mesmo física.
  2. Implosivo – A ira, impulsividade e todos os sentimentos são voltados para si mesmo. São pessoas que sentem demais e sofrem demais internamente, inclusive a ponto de se auto mutilar e possivelmente em atos impulsivos recorrer ao suicídio.

DIAGNÓSTICO BORDERLINE

O diagnóstico borderline é feito por psicólogos e psiquiatras, os sintomas são percebidos na adolescência, fase em que os afetos são também sentidos de forma intensa, porém esse não é um diagnóstico fácil, uma vez que o borderline oscila entre o pico mais alto e o pico mais baixo de suas emoções quase o tempo todo e por isso muitas vezes é confundido com o transtorno bipolar, depressão, transtornos ansiosos e obsessivos.

TRANSTORNO BORDERLINE TEM CURA?

Sim, é possível tratar esse “jeito de funcionamento”em psicoterapia, uma vez que está diretamente ligado a história primitiva de vida do paciente, sua vivência na infância e a forma como o self (sua personalidade) foi ficando “congelada” e não integrada a outros aspectos de sua psique ao longo do seu desenvolvimento.

O tratamento medicamentoso tem poucos efeitos quando se trata da personalidade borderline, uma vez que ele só poderá auxiliar minimamente no controle da impulsividade para que o tratamento psicológico possa prosseguir.

 

Essa matéria tem caráter informativo. Se você se identificou com qualquer sintoma busque ajuda profissional, busque um psicólogo.

Autora: Danielle Vieira – Psicóloga em Bragança Paulista e São Paulo e fundadora do IIPB, CRP 06/131376.

Phone: (11) 2277-4283 ou (11) 99767-2757
Fax: (11) 2277-4283
Consultório de Psicologia em Bragança Paulista
Av. Dr. Tancredo das Neves, 183, sala 01 - Bragança Paulista
Whatsapp!