Rua Raul Rodrigues Siqueira 458, Santa Luzia - Bragança Paulista
contato@daniellevieira.com.br
(11) 2277-4283 ou (11) 99767-2757

Close
(11) 2277-4283 ou (11) 99767-2757 contato@daniellevieira.com.br
POR QUE INSISTO EM UM RELACIONAMENTO QUE NÃO FAZ BEM?

POR QUE INSISTO EM UM RELACIONAMENTO QUE NÃO FAZ BEM?

Por que insisto em um relacionamento que não faz bem?

O maior desafio de um relacionamento é justamente se relacionar com o outro como ele é e não com a projeção que fazemos de nós no outro. De forma egoísta insistimos que o outro haja de acordo com aquilo que acreditamos, queremos que ele seja aquilo que imaginamos e consequentemente nos frustramos pois aquela pessoa que idealizamos nunca é alcançada, pois ela não representa de fato o outro e sim aquilo que eu quero que o outro seja.

É importante entender que o outro também nos enxerga completamente diferente de como nós nos enxergamos, de acordo com sua história de vida e suas crenças. Vivemos uma fase individualista das relações, onde muitas vezes duas pessoas estão juntas mas um não penetra no mundo do outro, falta intimidade e sobra barreiras.

Por que, afinal, continuamos em um relacionamento que não nos faz bem?

relacionamento

Por conta do alto poder de adaptação do ser humano, adaptar-se a um relacionamento abusivo, ou que de alguma forma já não faz mais sentido há bastante tempo, é extremamente comum. Essa acomodação faz com que o relacionamento chegue a um ponto que você não sabe mais porque está nele, talvez existisse um propósito no começo, ou talvez nunca tenha existido, mas de alguma forma ele preenchia algo em você, seja o sentimento de carência, de vazio ou realmente essa pessoa ocupava um lugar em sua vida que hoje não ocupa mais.

A angústia de estar em um relacionamento sem propósito e sem amor é algo que corrói pouco a pouco e chega um momento onde faz-se necessário saber qual a amarra interna que te prende a um relacionamento desse, entender qual o significado de amor para você, na sua história, como que você entende o afeto e de que forma você busca esse tipo de amor nas suas relações amorosas. Muitas vezes crescemos com modelos em que amar significa sofrer, torturar, e por isso buscamos isso em um parceiro, pois só conhecemos essa forma de amar.  A partir desse conhecimento de suas próprias questões é preciso ressignificar, dar um novo significado ao que você entende como amor.

Ama-se alguém quando ama-se a si mesmo, só é possível amar o outro quando você já carrega o amor em si mesmo.

relacionamento

Essa matéria tem caráter informativo. Se você se identificou com qualquer sintoma dessa matéria, talvez você precise de ajuda profissional,procure um Psicólogo.

Autora: Danielle Vieira – Psicóloga em Bragança Paulista e São Paulo – SP, CRP 06/131376.

Phone: (11) 2277-4283 ou (11) 99767-2757
Fax: (11) 2277-4283
Consultório de Psicologia em Bragança Paulista
Rua Raul Rodrigues Siqueira 458, Santa Luzia - Bragança Paulista
Whatsapp!