Rua Raul Rodrigues Siqueira 458, Santa Luzia - Bragança Paulista
contato@daniellevieira.com.br
(11) 2277-4283 ou (11) 99767-2757

Close
(11) 2277-4283 ou (11) 99767-2757 contato@daniellevieira.com.br
NÃO FAÇA DIETA!

NÃO FAÇA DIETA!

NÃO FAÇA DIETA!

A Organização Mundial de Saúde estima que em 2025, por volta de 2,3 bilhões de adultos devem estar com sobrepeso e mais de 700 milhões serão obesos, já no Brasil a Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabolica (ABESO) aponta que mais de 50% da população está acima do peso, ou seja, 82 milhões de adultos.

Mas o que dieta tem a ver com psicologia?

Tudo! Na verdade nutrição e psicologia caminham lado a lado, uma vez que a distorção da própria imagem, a preocupação excessiva com o peso ou a relação problemática com a comida estão diretamente ligadas ao seu comportamento perante o alimento e o que ele representa em sua vida. Quando estamos insatisfeitos conosco de uma forma geral temos mais dificuldade para perder peso. Iniciar um processo de autoconhecimento como a psicoterapia pode ser uma ótima estratégia para emagrecer e fazer as pazes com o alimento.

De acordo com uma pesquisa feita por psicólogos pesquisadores na Universidade Rutgers-Camden que há mais de 15 anos desenvolve pesquisas sobre alimentação, fatores psicológicos trabalham contra a dieta, deixando-as ineficazes. Dietas nesse caso são referidas como programas que envolvem restringir porções e calorias severamente ou até eliminar tipos de alimentos como carboidratos e gorduras. Como conclusão dos estudos os cientistas chegaram à um ponto: Não faça dieta!

Parece estranho a princípio, madietas as pesquisas mostraram consistentemente que essas estratégias acabam provocando justamente o efeito contrário. Ao passar por um período de privação que envolve não somente a falta do alimento mas muitas vezes também envolve a reclusão, deixar de ir a eventos sociais, festas e sair com os amigos para jantar, tudo isso por medo de escorregar na dieta e quando isso ocorre, a tendência é exagerar, o que os pesquisadores chamaram de “What the hell”, algo como “que se dane”, provocando o efeito rebote e aquele famoso termo brasileiro “jacada” total, uma vez que, já que a dieta foi quebrada a determinação enfraquece, aumenta o descontrole e novas comilanças.

Em 20 estudos, 15 deles demonstraram que a dieta havia precedido o ganho de quilos tanto em adolescentes como em adultos que estavam em peso regular antes da dieta.dieta

Em outro estudo pela Universidade de Toronto, 106 estudantes do sexo feminino, parte em regime e outra parte não, receberam fatias de pizza idênticas, as voluntárias que não estavam de dieta ingeriram uma pequena quantidade de cookies após a pizza, já as voluntárias que estavam de dieta e acreditaram ter quebrado o regime ingeriram mais cookies do que o restante. O que sugere que o efeito “que se dane” é realmente um mecanismo poderoso.

Outro fator é o efeito “urso branco”, evite pensar em um urso branco…tchanan! Aposto que você acabou de pensar nele. Ou seja, basta você cortar um grupo de alimentos da sua dieta, como doces por exemplo, e você desenvolverá um desejo ainda mais profundo por doces e quando tiver a oportunidade, provavelmente irá cair no efeito “que se dane” novamente.

Outro fenômeno é a fadiga mental, a energia mental que desprendemos pensando em o que comer, quando comer, quantas calorias, se é carboidrato, se tem açúcar, se engorda, se emagrece, se acelera o metabolismo ou não, todos esses pensamentos exaurem, provocam ansiedade e causam um impacto no bem estar mental.

Afinal, como fazer as pazes com a balança?

  1. Faça as pazes com você mesmo – comece aumentando o nível de satisfação interna e auto estima com quem você realmente é.
  2. Devagar e sempre – Defina uma meta em sua dieta e não se apresse, os melhores resultados apontam para um equilíbrio alimentar, sem radicalismos e privações, mantendo constância e fazendo mudanças no cardápio que sejam possíveis de sustentar a longo prazo.
  3. Exercite-se – mente e corpo precisam ser exercitados regularmente, isso aumentará sua sensação de bem estar e te ajudará a se amar ainda mais.

dieta

Essa matéria tem caráter informativo. Se você se identificou com qualquer sintoma dessa matéria, talvez você precise de ajuda profissional,procure um Psicólogo.

Autora: Danielle Vieira – Psicóloga em Bragança Paulista e São Paulo – SP, CRP 06/131376.

Texto Original Revista Mente e Cérebro.

 

Phone: (11) 2277-4283 ou (11) 99767-2757
Fax: (11) 2277-4283
Consultório de Psicologia em Bragança Paulista
Rua Raul Rodrigues Siqueira 458, Santa Luzia - Bragança Paulista
Whatsapp!